X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Stella Hoff - Aprenda a costurar sem sair de casa!

Entrevista - Mini Costureira Duda

Conheça a Duda, uma mini costureira de apenas 11 anos, e descubra como ela consegue vender suas costurinhas!

Por Stella Hoff dia em Entrevistas

Entrevista - Mini Costureira Duda
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Oieeee genty, como as férias estão chegando pensei que podemos conversar sobre um tema muito legal e que poucos abordam, "Crianças na costura".
Para deixar isso mais legal pensei numa série de posts com esse assunto, e essa série vai se chamar: Tem criança na costura.
Parafraseando um programa de culinaria que meus filhos adoram, rs "tem criança na cozinha".

E como primeiro post da série, fiz uma entrevista com uma mini costureira que dei aula ano passado, a Dudinha. 

Entrevista - Mini Costureira Duda

Duda costura desde 9 anos de idade e nessa entrevista ela resgata alguns sentimentos que acabamos esquecendo devido a nossa correria, vamos seguir o exemplo dessa menina encantadora e formar mais crianças criativas. 

Para você entender como comecei com esse lance de aulas para crianças, dei uma resumida aqui embaixo:

Bom, ano passado decidi encarar um desafio que era dar aula de costura para crianças, e tive o prazer de conhecer crianças incríveis, meninas encantadoras apaixonadas pela nossa arte, e nisso, conheci a Maria Eduarda.
Minha magrelinha chegou na sala, toda saltitante, com um brilho no olhar que... Nossa, era contagiante, nunca conseguirei expressar em palavras esse olhar da Duda.
Leia até o fim, vai valer a pena, aprenda algumas coisas com a Duda, porque eu aprendi muito quando dei aula para ela e nessa entrevista também.

Então, agora que ja sabem como conheci Dudinha, vamos a entrevista.

Stella: Duda que lindo seu ateliê, que emoção, quanto capricho, posso fazer uma  entrevista com você para o meu blog novo?

Entrevista - Mini Costureira Duda

Duda: Claro prô, (e um sorriso empolgado)

Stella: Me conta com quantos anos você começou a costurar e quem te ensinou.

Duda: Então, eu comecei a costurar com 9 anos. Eu não tinha maquina, mas era doida pra ter uma, minha vó deixou eu mexer na dela e eu me apaixonei, comecei a aprender algumas coisinhas com ela e tal, e depois ganhei minha primeira maquina de costura, e depois eu conheci minha prô Stella que me ensinou tudo que sei hoje. (risos)

Stella: Ownnnnnn (abraço esmagador e segurando o choro)
Stella: Conta pra gente, você participa de bazares?

Duda: Sim, tem uma amiga que tem um projeto chamado Café com vestido, e expõe os vestidos nos cafés da cidade, dai ela me convidou pra ir junto, então, sempre que tem, eu vou.

Stella: Uau, que massa! Me conta, qual a peça que você mais vende.

Duda: Ah, as bolsinhas de celular são um sucesso, essa com visor eu coloquei alcinha tiracolo e começou vender melhor ainda, vendo bem o porta pendrive, porta oculos, porta tesoura.

Entrevista - Mini Costureira Duda

Entrevista - Mini Costureira Duda

Entrevista - Mini Costureira Duda

Stella: Nossa Dudinha, mas seu acabamento ta cada dia melhor, falei olhando para uma peça dela. 

Duda: Ah prô, eu sempre penso nas suas dicas, e vou melhorando a cada peça.

Stella: Dudinha, você recebe bastante encomendas?

Duda: Sim, tem meses que mais, e tem meses que menos, eu vendo para as amigas da escola, professoras, amigas da mamãe, da vovó...

Stella: Que fofaaaaaaaaaa, (sim, eu tenho que me segurar genty, porque senão eu fico querendo esmagar toda hora sabe?)
Qual a média que você recebe com a costura por mês?

Duda: Então Prô, eu vendo em média R$300, porque tem mes que é R$200, tem mês que é mais que R$300, então fica nessa média, e quando tem bazar é mais que isso...

Stella: Caraca Dudinha, tu vende mais que muita gente por ai, qual o segredo?

Duda: Então, eu não tenho medo de vender, eu uso minhas peças, eu uso meus estojos, eu não tenho vergonha se não ta tão perfeito assim, porque eu to evoluindo, quanto mais eu costuro, melhor fica, então, eu vou sem medo, e não tenho medo de cobrar, porque da trabalho. 

Stella: Qual a coisa que você mais odeia fazer na hora que ta costurando?

Duda: Descosturar, grrrr, ahhhh, descosturar é muito chato, mas dai eu começo a brincar com a minha mãe, a gente começa a rir do erro bobo e vai indo, a gente descostura se divertindo.

Stella: E você costura com a sua mãe?

Duda: Sim, ela me ajuda, eu ensino umas coisas pra ela também, tem videos que não entendo muito bem, dai a gente anota, descobre juntas, mas é muito divertido.

Stella: O que você ouve quanto ta costurando?

Duda: As vezes, ouço as musicas da mamãe, as vezes, escuto as musicas que a Mirella levava para a aula. (Musicas de novelinhas de crianças)


Stella: Ahhh que saudade de costurar com vocês, a gente se divertia, dançava, cantava... rsrs Me conta mais. (peguei uma peça meio diferente e perguntei, e essa?) Esqueci de tirar foto


Duda: Então, essa era uma encomenda que a moça nunca veio buscar, não sei se esqueceu... Ela pediu algo diferente, e foi falando, dai fiz essa peça, com meu tecido preferido, e ta ai. =( 


Stella: E ela não pagou? Como assim?


Duda: Não cobrei adiantamento. =(


Stella: Ah Duda, ja aprende, não pega encomenda sem adiantamento.


DUda: Então, eu geralmente não faço assim, porque quando começa a colocar um monte de coisa pra eu fazer ja falo que não pego encomendas assim, só do que ja sei fazer, mas tudo bem, fica de lição, rsrs


Stella: Duda, quando você crescer, você vai continuar costurando?


Duda: Prô, sim, eu amo costurar, eu vou ter minha profissão mas vou continuar costurando, e se precisar, a costura pode ser minha profissão também, porque não?
Eu me divirto muito costurando, eu esqueço da hora quando to aqui.


Stella: Se você pudesse passar uma mensagem para as crianças que tem vontade de costurar, o que você falaria.


Duda: Vale a pena aprender, quando você costura, você olha para aquela peça pronta e não acredita que foi você que fez, então você se sente mais feliz e empolgada para fazer mais.
QUando ta com uma bolsa que você mesmo fez e alguem elogia, você fala: "Eu que fiz" isso é muito legal. 
Ter seu próprio dinheirinho, se divertir, o importante é isso, SE DIVERTIR!
Não ter aquilo como obrigação, mesmo que seja trabalho, porque eu encaro como trabalho, porque eu ganho com a costura, mas é meu trabalho divertido, não um trabalho chato, que você não ve a hora de ir embora, como muitos adultos em seus trabalhos...

(Duda falando da costura como um trabalho divertido, e falando com um amor, com um brilho no olhar que é tão apaixonante, não sei expressar como foi esse olhar)

Stella: Duda, que lindo isso, costurar se divertindo, eu amo isso, sempre foi meu jeito, mas nessa correria doida, as vezes a gente se esquece da diversão, tu me lembrou como eu realmente me divirto costurando, obrigada. <3 

Duda: Sorriso largo. Abraço de novo!

Stella: e ja sei que ta aprendendo a fazer roupa, me conta mais sobre isso.

Duda: Então pro, to aprendendo a fazer roupa, olha minha primeira saia ficando pronta. (mostrou a saia reta, linda)
Na festa junina da minha escola, as meninas da minha sala, iam usar uma saia de carimbó, e eu peguei a encomenda, fiz de chitão, ficaram lindas, tive ajuda, mas foi tão legal, fiquei muito feliz com o resultado e o reconhecimento!
Toda vez que tem algum exemplo dos problemas de matemática na escola e começa com costureira, todo mundo fala: Duda, Duda... rsrs

Entrevista - Mini Costureira Duda

Stella: aiiiiii que da horaaaaaaa, ja imagino o sucesso! <3 
E você ta gostando de fazer roupa?

DUda: então, roupa é mais dificil, porque é muito exato, se errar alguma coisinha, ja perde a peça, na costura criativa, você ainda consegue corrigir, vira uma peça nova, enfim, é um desafio, ta legal, mas ainda prefiro a costura criativa, é mais divertido.

Stella: Eu também prefiro, rs

Stella: Duda, muito obrigada pela entrevista, parabens pelo seu ateliê, ficou lindo demais, que Deus continue te abençoando, que você aprenda mais e mais a cada dia, e que continue sendo essa menina alegre, apaixonada pela costura.
Hoje você resgatou alguns sentimentos que sentia no começo da costura, então quero te agradecer por ser tão especial.

Duda: Eu que agradeço prô, aprendi muito com você, hoje eu ja olho algumas peças sei por onde começar graças aos seus ensinamentos, toda vez que to costurando, lembro das suas dicas, obrigada por tudo! 


Entrevista - Mini Costureira Duda

E assim foi o bate papo com essa menina linda, encantadora, tão nova e tão apaixonada pela costura.
Vou deixar o link da pagina da Duda para você conhecer e curtir: Duda Costurices no Facebook!!!
Se você tem medo de vender suas peças, faça como a Dudinha, se livre desse medo, mesmo que elas não estejam perfeitas, tire fotos, treine, se arrisque, use suas peças, se divirta com a costura, não importa quanto tempo você costura, as vezes a gente esquece daquele sentimento tão gostoso que sentíamos no começo da costura, aquele prazer, aquela diversão...
Busque motivos para se apaixonar pelo seu trabalho todos os dias, as vezes o gas ta acabando, e é necessario parar, organizar as ideias, e resgatar esse amor!

E se você se interessou pelo assunto, quer saber mais sobre dar aulas de costuras para crianças, então nosso próximo post sera sobre: DICAS PARA DAR AULAS DE COSTURA PARA CRIANÇAS!

Ainda da tempo de programar oficinas, aulinhas fofas para as férias, bora?
Se gostou, me ajuda compartilhando, não va embora sem comentar, será um prazer ler seu comentário.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Deixe seu comentário aqui: